Para sempre em minha memória

Um destino traçado
Duas vidas separadas
Um coração magoado
O outro despedaçado
Um amor que não teve um fim
Duas vidas que deixou de viver
Como um amor tão forte assim
Não pode se manter.
Um corpo vazio
Uma alma solitária
Esquecer um desafio
Ainda não acabou essa história.
Uma vida sem sentido
Sem o amor que me privei
Um amor à altura correspondido
Ao qual nunca esquecerei
Pois estará para sempre
Em minha memória.                                                   Eduardo Vieira.

Um comentário:

Ísis disse...

Adirei ter conhecido seu canto!
beijos perfumados
Ísis